Psicoterapia com PNL - Hipnoterapia Ericksoniana - Hipnose Condicionativa - Neurossemântica - Regressões - Florais de Bach e Coaching. Desenvolvimento Pessoal e Profissional.
Transforme sua Vida! Modifique crenças. Modifique seu estilo de vida. Saiba como alcançar seus objetivos.
Clarifique seus objetivos. Coloque foco e faça um plano de ação. Ganhe melhoria em todas as áreas de sua vida!

Esteja de bem consigo mesmo. Esteja de bem com a vida.

imagem_138

Todos vivem experiências dolorosas e experiências felizes. Todos tivemos momentos bons, alegres e felizes.

Sempre que um estado negativo tomar conta de sua mente, desperte e saia da densidade. Pratique estado de presença, respirando profundamente algumas vezes, sentindo seu corpo, oxigenando o cérebro e relaxando.  Sobreponha-o com momentos bons, podem ser da infância, da adolescência ou mesmo da vida adulta.

Não deixe que mágoas, ressentimentos, raiva, tristeza, ansiedade, angústia e culpas dominem você.

Desperte para a vida, para a alegria e paz interior. Você sabe que pode e consegue tomar conta de sua mente. Que sua alma domine sua mente e tenha o comando de seus processos mentais e emocionais.

Quando se perceber com pensamentos negativos, liberte-se deles imediatamente. Traga uma imagem boa de você de bem consigo mesmo.

Se vierem imagens mentais de algum vício de substâncias químicas, ou de algum vício emocional, de pensamentos obsessivos, feche os olhos, respire profundamente e abençoe aquela imagem, aquela pessoa, etc.

Você pode, também, fazer a autocura com o Ho’oponopono, dizendo para aquela pessoa ou sensação: “sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato”.  Repita até você vencer a obsessão ou compulsão. Supere-se! Você sabe que é capaz. Você pode, você sabe que pode. Você tem todas as possibilidades para vencer a si mesmo. Você é capaz de superar todos os obstáculos e transformar o negativo em positivo. Acredite em você. Seja seu melhor amigo. Não permita que o torturador interno permaneça ditando seus pensamentos, emoções e ações. Faça as pazes com ele, com seu torturador interno. Nunca brigue com ele, pois você estará fortalecendo-o com energias densas. Faça as pazes com ele. Abençoe-o. Dê-lhe as boas-vindas. Modifique a energia densa em energias de amor.

O amor vence e transforma tudo. Pratique essas estratégias e conquiste a paz interna. Nada nos vem de graça, portanto, mãos à obra.  Emprenhe-se em se amar e superar todas as dificuldades e desafios. Fortaleça-se com pensamentos de amor por si mesmo, pelas pessoas e pelo mundo. Você vai se surpreender com os resultados.  Aja a seu favor e seja feliz. Esteja em paz!

 

 

 

Anete L. Blefari

Master Coach e Psicoterapeuta Holística

www.institutoessencial.com

Categories: Autoconhecimento - Autoestima - Motivação

O que você diz para si mesmo programa sua mente, sua vida

cerebro-comunicacao-2-20130-size-598

A mente se programa com nossos pensamentos, palavras, ações, sentimentos e emoções. Assim, tudo que dizemos para nós mesmos cria paradigmas/crenças  que vão afetando nosso dia a dia e, consequentemente, nossa vida. O seu programador é você mesmo. Quando alguém diz algo e você aceita o que foi dito, isso também vai fazendo parte de suas crenças e se manifesta na realidade externa.

 

O que você diz para si mesmo é muito importante para seu bem-estar e felicidade. O que você diz para si mesmo determina sua vibração, energia e cria sua realidade.

 

É fácil perceber o mundo interno negativo das pessoas. Elas vivem repetindo para si mesmas palavras e frases negativas, ou com conteúdos negativos. Vivem se programando para a escassez e depois querem obter abundância.  A vida obedece leis, as quais devem ser respeitadas, para que possamos construir um mundo interno positivo e uma vida mais feliz.

 

Observe sua programação interna. Com o que você vem programando sua mente? Veja algumas informações a respeito.

 

  • “É muito difícil”, “é difícil”. Troque por “não é fácil”. O cérebro não tem imagem para o não, que é abstrato, portanto, quando você diz “não é fácil”, sua programação se torna positiva:  “´fácil”.
  •   Risque de seu vocabulário o verbo “vou tentar fazer”, que antecipa fracasso. Diga: “vou fazer”.
  • “É complicado” – diga: “é complexo”.
  • “Não consigo” – troque por “eu consigo”.
  • “Tenho medo de falhar, de errar”, troque por “vou me preparar e eu consigo”.
  • “Não quero engordar” – diga: “quero emagrecer; manter meu peso ideal”.
  • “Não tenho dinheiro” – saia da escassez e se programe para a abundância. Diga: “vou me programar para o que eu quero e eu consigo. O universo supre todas as minhas necessidades.”
  • “Sou dependente de….” – diga: “estou me libertando da vontade de…..”
  • “Sou sozinha e carente – diga “Eu me amo e me aceito como sou. Estou de bem comigo mesmo e com a vida.”
  • “Sou uma pessoa teimosa” – diga “sou uma pessoa perseverante”.

 

O importante é prestar atenção naquilo que pensa e no que fala para si mesmo. Esteja atento a seus pensamentos, sentimentos, emoções e palavras. Lembre-se que tudo começa pelo pensamento. Vigie, analise seus pensamentos. Corrija, caso esteja sendo negativo consigo mesmo ou com as pessoas. Os resultados serão surpreendentes.

 

 

Anete L. Blefari

Master Coach e Psicoterapeuta Holística

www.institutoessencial.com

 

 

 

Categories: Autoconhecimento - Autoestima - Motivação

O quanto de mim está querendo mudar o que pode ser mudado

Blog Anete

 

“Fico me questionando, o quanto de mim está querendo fazer alterações em minha vida. Sabe, aquelas mudanças que trariam um novo significado para tudo, que traria uma nova energia, uma nova força interna, uma disposição incrível para viver a vida que realmente quero viver, realizando meus sonhos, vivendo uma vida mais positiva e feliz.

 

Às vezes, sinto que realmente quero mudar, mas algo acontece que me leva a repetir sempre as mesmas ações, os mesmos pensamentos, as mesmas sensações….. Estou, realmente, cansada disso. Mas, aí pergunto, será que, verdadeiramente, quero mudar? Será que estou me iludindo novamente e não quero sair do meu conforto atual?

 

O quanto estou disposta a modificar meus hábitos, minhas palavras, tudo aquilo que digo para mim mesma, que vai programando a mente e se manifestando em minha vida?

 

Estou disposta a pagar o preço total, para essa verdadeira e necessária mudança? Esse preço inclui ir ao Psicoterapeuta, ou ao Coach, para facilitar meu autoconhecimento, para entender meus processos internos inconscientes, desprogramar crenças que me limitam.

 

Esse preço inclui o tempo que estou disposta a me trabalhar, a me conhecer e me autoperceber para poder efetuar as mudanças que quero. Quando começo um processo de mudança, seja de psicoterapia ou de coaching, fico super motivada inicialmente, mas depois… vou me cansando de tudo. Parece que não quero mais mudar, não suporto olhar para minhas dores. Não quero conhecer quem verdadeiramente eu sou. Começo, então, a colocar menos energia nas sessões. Começo a não praticar mais as estratégias que aprendi nas sessões. Oh, não! Não suporto mais essa dor! E, infelizmente, acabo desistindo e pior, colocando toda a culpa no terapeuta, no processo de mudança, no trânsito, na dificuldade de pagar as sessões, etc…

 

Verdadeiramente, sei que estou fugindo de mim mesma, mas um dia, vou ter de encarar todo meu conteúdo disfuncional. Ninguém muda por mim, sou eu mesma que vou ter de mudar, se quero ser feliz!

 

Não sou meu corpo, não sou minhas emoções, não sou meus pensamentos, não sou minha mente. Mas, quem eu sou, então??? Sei que a desmotivação para me autoconhecer e trabalhar meus padrões repetitivos já me levou a pensar: será que quero mudar, mesmo?? E você, já teve esse questionamento? Ou está feliz com a vida que tem? “

 

Esses questionamentos fazem parte de muitas pessoas que sentem angústia, tristeza, culpa, estão infelizes fazendo o que fazem, mas não conseguem levar adiante um processo de mudança. E sabe por que? Porque crescer e evoluir exige de nós COMPROMETIMENTO. Exige a mudança de posturas antigas e o processo de aprendizagem do novo.

 

Verdadeiramente, você está disposto a mudar??? Reflita.

 

 

www.institutoessencial.com

Apoiando seu crescimento interior.

 

Desprograme a escassez e viva a abundância

abundancia-1030x691

Qual história você conta e reconta sobre sua vida? Uma história de escassez, miséria ou de abundância?

Quanto mais repetimos a miséria, mais forte a deixamos. Que tal mudar a sua história! Mesmo que tenha sido uma história de miséria e escassez, você pode mudá-la. Temos o poder de mudar o que quer que seja, os acontecimentos dolorosos, que nos deixaram marcas, e qualquer incômodo, seja ele em forma de imagens, palavras, lugares, pessoas, sentimentos ou momentos.

Você acredita na escassez ou na abundância?

 

Read More

Sim, você pode voar. Acredite!

você-pode-voar

A falta de credibilidade faz com que sentimentos de impotência  e incapacidade surjam, causando desânimo e insatisfação pela vida. Consequentemente, não existe autoconfiança.

Credibilidade é uma característica de alguém merecedor de crédito, uma pessoa confiável. Essa qualidade ou característica define se você possui autoconfiança para viver a vida repleta de realizações. É uma característica interna que se manifesta fora; um poderoso sentimento de merecimento: “Eu mereço e sou capaz!” O acreditar em si mesmo faz com que emerjam a fé e a autoconfiança, que removem obstáculos e barreiras impeditivas de se alcançar o sucesso.

Read More

Independência Financeira

dinheiro

Uma meta muito importante a ser alcançada é a conquista de nossa independência financeira, para termos condições de cumprir nossa missão de vida. A falta de dinheiro é uma tremenda dor de cabeça que pode gerar uma sensação de impotência, angústia e, muitas vezes, de revolta. Essas sensações criam padrões de pensamento que geram emoções negativas com relação ao dinheiro e acabam programando nossa mente inconsciente. São os padrões inconscientes que nos fazem desconstruir nossos sonhos. Quando nossa mente consciente quer realizar algo, mas as emoções não o apoiam nos autossabotamos, ou seja, o inconsciente não está alinhado com o consciente (com o que o racional quer). Por exemplo, a pessoa deseja algo, mas um pensamento surge dizendo que ela não é capaz de tê-lo. Sua parte emocional lhe traz uma memória negativa do pai ou da mãe lhe dizendo que ela não conseguiria ser nada na vida. O seu racional quer, mas o seu emocional sabota.

Read More

A dor existencial gerada por suas histórias de vida

young-man-with-paint-brush-and-nature-landscape-photo-87905884-400x250

Que histórias você conta sobre sua vida?  Quais são suas histórias de dor existencial? Você costuma, amarguradamente, contar que teve uma infância infeliz, sem amor, foi rejeitado, sofreu abusos físicos e/ou sexuais, teve pai ou mãe ausente? Você se revolta ao lembrar-se de suas histórias e sofre a dor de ter sofrido tanto? Está sempre a repetir esse ciclo de dor? Quais os sentimentos? Raiva, angústia, revolta, medo, vontade de se vingar, tristeza, etc.?

Você atrai, exatamente, tudo aquilo que vibra na frequência em que está vibrando. Pela lei de afinidade, atraímos tudo aquilo que nos afina, que nos é semelhante à nossa própria energia. Trazemos energias densas, pesadas, que causam desconforto e também ficamos desconfortáveis quando sentimos energia pesada.

Read More

Motivado com a ideia de mudar algo em sua vida?

coragem

O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem ou de uma nação. Oscar Wilde

 

Encontra-se desmotivado, sem energia, sem foco? Quer mudar sua vida e não sabe o que e nem por onde começar?  Se está infeliz com os quilos a mais, se matricula em uma academia e logo desiste? Se está insatisfeito com o que está sentindo, procura um terapeuta, ou um psicólogo, marca a primeira sessão, se anima, mas não consegue suportar o trabalhar a si mesmo e logo arruma desculpas e justificativas para não comparecer mais às sessões? Se quer alcançar objetivos, procura uma Coach, faz as sessões iniciais e não consegue dar continuidade? Está insatisfeito com o trabalho, com a pressão em fechar metas, desmotivado pelo que faz, busca ajuda, mas logo desaparece?

Read More